O termo “açoriano” refere-se aos habitantes do Arquipélago de Açores, cuja imigração para o Brasil foi estimulada por Portugal na época do Brasil colônia (1500 – 1822).

Logo após o descobrimento, Portugal não demonstrou interesse na exploração da nova terra, condição que logo foi ameaçada por outros países, como a França. Por conseguinte, Portugal passou a oferecer vantagens aos açorianos para que colonizassem o Brasil e, assim, evitassem a exploração por parte das outras nações.

Os primeiros açorianos chegaram ao Brasil em 1617 e os principais destinos destes imigrantes, que continuaram chegando até o século XIX, foram os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A cultura açoriana em Santa Catarina

A cultura açoriana ainda está presente no dia a dia do catarinense: seja no artesanato, na arquitetura, que combina elementos como madeira e barro, e até na gastronomia da região. Veja abaixo como a cultura açoriana influenciou e enriqueceu o estado de Santa Catarina.

Artesanato açoriano

As rendas e trançados feitos com bilros, as tapeçarias de tear e os trançados das redes, a confecção de cestos e esteiras são todos representantes da herança açoriana. O artesanato local é bastante difundido pelas ruas das cidades e pelas praias lindíssimas de Santa Catarina.

Pelas 42 praias paradisíacas de Florianópolis, a capital, estão distribuídas inúmeras lojas de artesanato com os melhores exemplos da cultura açoriana em Santa Catarina.

Gastronomia

Comida açoriana - Ostras

Comida açoriana – Ostras

Os restaurantes de chão batido de Santa Catarina apresentam a mais fiel representação da gastronomia açoriana. A culinária açoriana é marcada por pratos feitos à base de peixes, mariscos, carne de siri, polvo, lula, berbigão, entre outros.

Além disso, Florianópolis é conhecida por suas fazendas marinhas e a criação do camarão Laguna, uma das espécies mais saborosas.

Festas açorianas

As festas populares e as danças folclóricas são, também, legados da cultura açoriana. O Folguedo do Boi de Mamão, uma das tradições históricas e culturais mais antigas do estado, é praticada com maior destaque nas épocas do carnaval e no Natal. A apresentação do Boi de Mamão combina dança folclórica e teatro gestual com poucas falas.

Outra dança tradicional é a Dança do Pau de Fitas, uma dança de roda realizada ao redor de um mastro de cerca de 3 metros, adornado com fitas coloridas presas ao seu topo. Os participantes, sempre em número par, seguram as pontas das fitas e, dançando ao redor do mastro, formam um lindo trançado de fitas até que não seja possível continuar.

Danças e Festas da cultura açoriana de Santa Catriana

Festas e danças açorianas de Santa Catriana

Depois de terminado, os participantes começam a dançar no sentido contrário para desfazer o trançado com as fitas.

A festas açorianas têm bastante influência religiosa. As principais são a festa de Nossa Senhora dos Navegantes, a festa do Divino Espírito Santo, o Terno de Reis e a procissão do Senhor Jesus dos Passos.

Literatura

A influência açoriana na literatura catarinense está representada pelos provérbios, lendas, cantigas, quadrinhas e o pão-por-Deus, que são versos recitados em troca de prendas como bolos, pães, nozes, frutos secos, entre outros.

A cultura açoriana está presente até no modo em que o catarinense, principalmente o florianopolitano, fala. O ritmo acelerado, a ênfase nas palavras e até a flexão de voz são resquícios dos colonizadores açorianos, principalmente nos locais abaixo.

Ribeirão da Ilha

ribeirão da ilha florianópolis

Ribeirão da ilha Florianópolis

O Ribeirão da Ilha ainda conserva as heranças culturais dos imigrantes do Arquipélago de Açores, principalmente na orla da antiga freguesia, região em que a arquitetura açoriana se mantém preservada.

O local é repleto de praias tranquilas, cobertas por areia grossa formada por pedaços de conchas e mar calmo. É o destino ideal para os turistas que desejam combinar natureza, cultura e gastronomia, uma vez que o cultivo de moluscos no Ribeirão da Ilha é o forte da região.

A orla do Ribeirão traz lojas de artesanato açoriano, incluindo as famosas rendas de bilro.

 

Santo Antônio de Lisboa

Santo Antônio de Lisboa Florianopolis

Santo Antônio de Lisboa Florianopolis

Os turistas que chegam até Santo Antônio de Lisboa são acolhidos por paisagens de tirar o fôlego, o melhor da gastronomia açoriana e uma viagem ao passado por meio do patrimônio histórico-cultural do local.

A Ponte Hercílio Luz, um dos principais cartões postais de Florianópolis, pode ser avistada da praia. Tal vista combinada com a tranquilidade das típicas vilas açorianas do século XIX conferem à Santo Antônio de Lisboa a qualidade de ser um local de harmonia única.

Durante o carnaval, Santo Antônio de Lisboa abriga blocos de carnaval típicos que divertem os turistas com ensaios abertos e festas tradicionais.

 

Venha conhecer um pouco mais da influência cultural dos colonizadores do Arquipélago de Açores em Santa Catarina e se encantar com a riqueza folclórica do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *